Neste canal são encontradas as séries históricas e estatísticas divulgadas pelo IBGE. Os dados podem ser consultados online através de tabelas, gráficos e mapas temáticos ou baixados para análise posterior.

Ocultar/Exibir Tema:
educação

Educação
A educação escolar que,  nos tempos mais longíquos, exercia um papel de mera complementação da educação em casa, hoje vem alcançando uma importância cada vez maior, seja no mercado de trabalho para atender às exigências do desenvolvimento econômico, seja na formação de cidadãos para viver num mundo globalizado, tecnológico e com grande disponibilidade de informações.
 
As estatísticas educacionais cobrem duas áreas complementares de informação:

- estatísticas sobre instrução da população ( taxas de alfabetização, de frequência a escola, de escolarização, média de anos de estudo) que devem estar associadas a variáveis demográficas, sociais e econômicas (idade, sexo, renda, cor ou raça e situação de domicílio rural/urbano). 
        
- estatísticas sobre o sistema de ensino nos estabelecimentos escolares (fluxos de matrícula, taxas de aprovação, reprovação, evasão, distorção aluno/série, pessoal docente e rede escolar ), que devem estar referenciados à dependência administrativa ( federal, estadual, municipal, privado, público) e à localização rural/urbana.
                                    ...

Fontes de dados         
 
Fontes de dados importantes para a construção de indicadores de educação, ou de instrução da população, no nível nacional (Brasil, Grandes Regiões, Unidades da Federação e Municípios), são as pesquisas domicilires(*) realizadas pelo IBGE: censo demográfico e Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio - PNAD. 

São fontes de dados importantes para a construção dos indicadores de eficiência e qualidade do ensino os Censos Escolares realizados pelo Ministério de Educação - MEC. Ver em http://www.inep.gov.br/.

(*)Pesquisas domiciliares: pesquisas nas quais os informantes são os moradores.
Diferem das pesquisas de estabelecimentos: pesquisas onde os informantes são os estabelecimentos de ensino.


Ocultar/Exibir Subtema:
eficiência do sistema de ensino e rendimento escolar

A eficiência do sistema educacional pode ser examinada através dos indicadores evolução das matrículas, das taxas de aprovação, repetência, de evasão e de distorção série/idade, nos níveis de ensino fundamental e médio.
Entretanto, a combinação da eficiência com equidade em relação à renda, gênero e raça, bem como com a qualidade do ensino, não pode ser ignorada na avaliação da situação presente do sistema educacional.

O rendimento escolar, é o resultado da avaliação do aproveitamento e da apuração da assiduidade alcançada pelo aluno, em função de parâmetros legais, durante ou ao final do período letivo  (Thesauros Brasileiro da Educação/Inep). 
    Considera-se no rendimento escolar o aluno aprovado ou o reprovado e na categoria movimento escolar, o aluno transferido de uma escola e admitido em outra, ou que deixou de frequentar a escola (afastado por abandono).


Periodicidade: Anual Período: 2007-2010
Ocultar/Exibir Definição

Definição:

taxa de aprovação:
percentual de alunos da matrícula total que, ao final do ano letivo, concluíram, com sucesso, determinada série, apresentando os requisitos mínimos, previstos em lei, de aproveitamento e frequência para cursar, no ano seguinte, a série imediatamente posterior.
TA = [ ( Aprovação)/ ( Aprov + Reprov + Aband)] x 100

ensino fundamental:
1. O Ensino fundamental tem duração mínima de oito anos. 2. É obrigatório e gratuito na escola pública. 3. De acordo com a atual Lei de Diretrizes e Base (LDB), o Ensino fundamental tem como objetivo: i) o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meio básico o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo; ii) a compreensão do meio natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade; iii) o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição de conhecimentos e habilidades e a formação de atitudes e valores; iv) o fortalecimento dos vínculos da família, dos laços de solidariedade humana e da tolerância recíproca em que se assenta a vida social.

 - Ensino fundamental de 9 anos
 Data de 1996 os primeiros debates sobre a ampliação do ensino fundamental para 9 anos, abrangendo a faixa de idade de 6 a 14 anos (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) – Lei nº 9.394/1996). Dez anos depois, em fevereiro de 2006 foi assinada a Lei no. 11.274. No seu artigo 5º., esta lei estabelece que "Os Municípios, os Estados e o Distrito Federal terão prazo até 2010 para implementar a obrigatoriedade para o ensino fundamental disposto no art. 3o desta Lei e a abrangência da pré-escola de que trata o art. 2o desta Lei."

Tipo de dado: Relativo
Abrangência Geográfica: Unidade Territorial: Localidade:

Ocultar/Exibir Fonte:
MEC/INEP/Censo Escolar

Sobre o Censo Escolar:
Censo Escolar é um levantamento de dados estatístico-educacionais de âmbito nacional realizado todos os anos e coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).
Ele é feito com a colaboração das secretarias estaduais e municipais de Educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país. Trata-se do principal instrumento de coleta de
informações da educação básica, que abrange as suas diferentes etapas e modalidades:
ensino regular (educação Infantil e ensinos fundamental e médio), educação especial e educação de jovens e adultos (EJA). O Censo Escolar coleta dados sobre estabelecimentos, matrículas, funções docentes, movimento e rendimento escolar.
Ver Censo Escolar

Censo Escolar da Educação Básica: alterações metodológicas na coleta de dados.
A partir de 2007, o censo escolar adotou uma nova sistemática de coleta de dados,
que possibilitou a incorporação de novas informações, mas implicou tanto em
modificações de procedimentos quanto em alterações metodológicas e conceituais: passou
a ser coletado por aluno, por docente, escolas e tumas em formulários específicos e
individualizados, de modo a que cada aluno e cada docente possui um código de
identificação (ID). Até 2006, era coletado por estabelecimento de ensino.

Ver comentários sobre as alterações em :
Portal Inep/Informações Estatísticas/Sinopse Estatística/Sinopse do Professor 2007/ Texto_Introdutorio_Sinopse_Professor_2007_11Mai09.pdf









IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística