Neste canal são encontradas as séries históricas e estatísticas divulgadas pelo IBGE. Os dados podem ser consultados online através de tabelas, gráficos e mapas temáticos ou baixados para análise posterior.

Ocultar/Exibir Tema:
comércio

O surgimento e o crescimento da atividade comercial estão diretamente relacionados ao surgimento e ao grau de prosperidade das cidades, daí ser considerado como uma atividade urbana.
Tal atividade compreende dois segmentos, conhecidos como comércio atacadista e comércio varejista. O atacadista faz a distribuição de mercadorias para o varejista. Este útlimo tem como objetivo atender à procura de mercadoria pelo público.
Quanto à sua organização, a atividade comercial é classificada em formal e informal. Formal quando a atividade se realiza através de empresa juridicamente constituída para tal fim, com registro, razão social e endereço definidos, caso contrário diz-se informal. O melhor exemplo de comércio informal é o praticado por camelôs.
                                                ...

Fontes de dados

As informações estatísticas sobre o comércio são produzidas por dois tipos de pesquisas realizadas pelo IBGE: pesquisa conjuntural e pesquisa estrutural.
- A primeira, a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural, isto é, de curto prazo (neste caso, mensal), do comércio varejista no país, investigando a receita bruta de revenda nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, e cuja atividade principal é o comércio varejista. Produz indicadores de volume de venda e de receita nominal, desagregados em grupos de atividades, para o Brasil e 12 das 27 Unidades da Federação. Para as demais, são divulgados indicadores para o comércio varejista, sem desagregação. 
-  A segunda, a Pesquisa Anual do Comércio (PAC), produz um conjunto de informações econômico-financeiras que permitem estimar as características estruturais do setor empresarial do comércio e acompanhar a sua evolução ao longo do tempo. São coletados dados sobre receitas, despesas, pessoal ocupado, salários, entre outros aspectos, com destaque para as empresas com 20 ou mais pessoas ocupadas, além de dados regionalizados sobre a distribuição e a configuração desse setor econômico.

Ocultar/Exibir Subtema:
características gerais empresas comerciais - CNAE 2.0-2007


 Em 2007, com o objetivo de manter a comparabilidade internacional, bem como de dotar o País com uma classificação de atividades econômicas atualizada com as mudanças no sistema produtivo das empresas, passou a vigorar a versão Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE 2.0

Ela é resultado de um amplo processo de revisão baseado nas mudanças introduzidas na revisão 4 da Clasificación Industrial Internacional Uniforme de todas las Actividades Económicas - CIIU (International Standard Industrial Classification of all Economic Activities - ISIC), sendo aprovada pela Comissão Nacional de Classificação - ConCla, através da Resolução ConCla no 1/2006, de 04.09.2006, publicada no Diário Oficial da União em 05.09.2006.

A partir do ano de referência 2008, apresentando resultados retroativos a 2007, o IBGE passou a divulgar uma nova série de dados da PAC, utilizando a CNAE 2.0, que substitui a estrutura usada anteriormente.


Periodicidade: Anual Período: 2007-2009
Ocultar/Exibir Definição

Definição:
receita líquida de revenda
Corresponde à receita bruta proveniente da atividade comercial exercida pela empresa, com deduções dos impostos e contribuições (ICMS, IPI, ISS, PIS, COFINS, etc.), das vendas canceladas, abatimentos e descontos incondicionais relativos à comercialização de mercadorias.

Tipo de dado:
Abrangência Geográfica: Unidade Territorial: Localidade:

Fonte:
IBGE, Pesquisa Anual do Comércio 2009.

Consulte os metadados






IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística