Neste canal são encontradas as séries históricas e estatísticas divulgadas pelo IBGE. Os dados podem ser consultados online através de tabelas, gráficos e mapas temáticos ou baixados para análise posterior.

Ocultar/Exibir Tema:
desenvolvimento sustentável - indicadores ambientais e sociais
O termo desenvolvimento sustentável surgiu em 1980 e foi consagrado em 1987 pela Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Comissão Brundtland), que produziu um relatório considerado básico para a definição desta noção e dos princípios que lhe dão fundamento. Tais princípios estão documentados na Agenda 21, aprovada por mais de 180 países presentes na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro em 1992.

Sobre este tema, o banco de dados Séries Estatísticas & Séries Históricas apresenta indicadores selecionados da dimensão ambiental e da dimensão social.

Fontes de dados
O projeto do IBGE Indicadores de Desenvolvimento Sustentável, tem por objetivo acompanhar a sustentabilidade do padrão de desenvolvimento do país. Seus resultados são anualmente apresentado na publicação  Os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS), que teve início em 2002.  Num total de 55 , esses indicadores estão agrupados em quatro dimensões: a dimensão ambiental, a dimensão social, a dimensão econômica (indicador 40 a 50) e a dimensão institucional (indicador 51 a 55). 

Definições básicas
1. desenvolvimento sustentável
Processo de transformação no qual a exploração dos recursos, a direção dos investimentos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e a mudança institucional se harmonizam e reforçam o potencial presente e futuro, a fim de atender às necessidades atuais e as aspirações futuras. É aquele que atende às necessidades presentes sem comprometer a possibilidade das gerações futuras atenderem as suas próprias necessidade. (Relatório Brundtland, 1988. Título em português Nosso futuro comum)
2. indicadores de desenvolvimento sustentável
São instrumentos essenciais para guiar a ação e subsidiar o acompanhamento e a avaliação do progresso alcançado rumo ao desenvolvimento sustentável. Criar esses indicadores constitui um dos desafios da construção do desenvolvimento sustentável.
3. indicadores
Indicadores são ferramentas constituídas por uma ou mais variáveis que, associadas através de diversas formas, revelam significados mais amplos sobre os fenômenos a que se referem.

Ocultar/Exibir Subtema:
dimensão social

A dimensão social dos Indicadores de Desenvolvimento Sustentável
refere-se, específicamente, às questões ligadas à satisfação das necessidades humanas, melhoria da qualidade de vida e justiça social.
Os indicadores desta dimensão são originários dos temas população; trabalho e rendimento; saúde; educação; habitação e segurança, e retratam o nível educacional, a distribuição da renda, equidade e as condições de vida da população de um ponto de vista dinâmico, assinalando as tendências de sua evolução recente.

Para mais informações sobre a dimensão social do IDS ver a publicação do IBGE Os Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS), Brasil 2010, 4a. Edição.


Periodicidade: Anual Período: 1990-2009
Ocultar/Exibir Definição e comentário

Definição:

taxa de mortalidade infantil
- Frequência com que ocorrem os óbitos infantis (menores de um ano de idade) em uma população em relação ao número de nascidos vivos em determinado ano civil. (Síntese dos Indicadores Sociais, IBGE)

- Número de óbitos de menores de um ano de idade, por mil nascidos vivos, na população residente em determinado espaço geográfico, no ano considerado. ( Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc) e Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) - Ministério da Saúde/SVS.)




Comentário:
A taxa de mortalidade infantil está estreitamente relacionada ao rendimento familiar, ao nível de fecundidade, à escolaridade das mães, à nutrição e ao saneamento ambiental.
É um indicador que permite avaliar a disponibilidade do acesso aos serviços e recursos relacionados à saúde, tais como a atenção ao pré-natal e ao parto, a cobertura vacinal contra doenças infecciosas infantis, a implantação da Terapia de Reidratação Oral (TRO), a disponibilidade de saneamento básico, entre outros.

A redução da mortalidade infantil ocupa um lugar de destaque entre os objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que visa proporcionar às pessoas em geral, condições de vida adequadas à sua sobrevivência digna.
Tipo de dado: Relativo
Abrangência Geográfica: Unidade Territorial: Localidade:

Fonte:
IBGE, Estudos e Análise da Dinâmica Demográfica - GEADD. Censos Demográficos e pesquisas por amostragem.







IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística